ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Agência de Notícias

Plano de saneamento básico de Maruim é discutido em audiência

Cerca de 130 pessoas participaram da audiência

09/06/2015 16:34 - atualizado em 30/11/-0001 00:00

Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

Plano de saneamento básico de Maruim é discutido em audiência

Com o intuito de discutir as ações para elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB), moradores de Maruim, distante a 30 km de Aracaju (SE), participaram de uma audiência nesta terça-feira, 9, no Centro de Qualificação Maria Izabel Barreto. A audiência visa atender as diretrizes nacionais para o saneamento básico exigidas pela União a partir da Lei nº 11.445/2007.

Na audiência, a comissão de elaboração do plano apresentou o regimento, questionário e explicou as ações básicas do processo de construção do plano. Diversos segmentos da sociedade estiveram presentes na audiência e apresentaram as reivindicações e sugestões para a discussão.

O prefeito de Maruim, Jeferson Santana, destacou a importância do plano e a necessidade de implantá-lo em comunhão com as diversas pastas da administração. “O plano tem uma importância imensurável, pois afeta diretamente ao cotidiano das pessoas. Saúde, educação, meio ambiente, infraestrutura são algumas das áreas, que estão associadas à execução do plano de saneamento básico”, destacou.

“A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) destinou mais de oito milhões de reais para elaboração e execução do plano, que está inserido na segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Por isso, a participação da sociedade é fundamental para que sejam identificados os problemas da sede e dos povoados”, concluiu o prefeito.

Mais três audiências serão realizadas para a coleta de dados junto à população. Os encontros serão realizados nos povoados João Gomes de Melo (Moradores do Pau Ferro e Pedra Branca); Mata de São José (Além dos povoados Gentil, Caititu e Guiomar Dias) e Oiteiros (Com moradores da Fazenda Pedras).

Para o secretário municipal de Obras, Transporte e Urbanismo, Leônidas Carvalho, a elaboração do plano é uma das principais fases do processo. “Nesta etapa a população pode interferir diretamente na construção do plano. Além disso, o problema ganha visibilidade e assim pode ser resolvido com rapidez”, afirmou.

A audiência foi bastante prestigiada e contou com a participação de cerca de 130 pessoas. O vice-prefeito, Murilo Mota; o presidente da Câmara Municipal, José Souza; os vereadores Marcos César, Jackson Andrade, Maria Angélica e Clóvis Menezes; representantes do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP), secretários municipais, diretores, coordenadores, professores, estudantes e agentes de saúde também participaram do evento.


Compartilhar no Whatsapp
Compartilhar por E-mail Imprimir

OUTRAS NOTÍCIAS