ACESSIBILIDADE - LEI nº 13.146/2015


Para navegação via teclado, utilize a combinação de teclas conforme o modelo abaixo: ALT + [Nº de atalho]

ALT + 1

Ir para o Conteúdo

ALT + 2

Ir para o Menu

ALT + 3

Ir para a Busca

ALT + 4

Ir para o Rodapé

ALT + 5

Acessibilidade

ALT + 6

Mapa do site

ALT + 7

Acesso a Informação

ALT + 8

Cor Original

ALT + 9

Cor com contraste

Botão/Tecla +

Aumentar Fonte

Botão/Tecla -

Diminuir Fonte

Botão/Tecla =

Fonte Original

Leitores de Tela

Nosso Portal foi desenvolvido para ser compatível com softwares leitores de tela. Assim, basta que o usuário tenha instalado em seu computador um destes softwares que será possável ouvir o que está escrito ou desenhado no site.

Procurador Adjunto


Procurador Adjunto

30/11/-0001 00:00 - atualizado em 28/06/2018 22:58


Foto Carlos Augusto Santos Fiel
  • Carlos Augusto Santos Fiel
  • procuradoria@maruim.se.gov.br
  • 3275-1371
  • Expediente: Segunda a Sexta-feira
  • Atendimento ao público: 7h às 13h
  • Praça Barão de Maruim - Centro,Maruim-SE, CEP:49770-000

Representar o município judicial e extra judicialmente, podendo usar dos recursos legalmente permitidos, exceto propor ações, transigir, confessar, desistir ou fazer acordos sem a expressa autorização do prefeito municipal nos termos da Lei; Promover a cobrança judicial da dívida ativa do município; Prestar funções de consultoria e assessoria jurídica ao prefeito municipal, aos órgãos da administração direta, bem como emitir pareceres, normativos ou não, para fixar e orientar a interpretação e o uniforme entendimento das leis e/ou atos administrativos; Representar o município perante o Tribunal de Contas quando necessário; Exercer a 1ª instância de julgamento administrativo, conforme a lei lhe atribuir; Examinar e redigir pareceres aos projetos de lei, decretos e portarias e regulamentos; Orientar e redigir pareceres aos processos administrativos; Acompanhar a evolução da legislação federal e estadual, propondo as adaptações das Leis Municipais; Desenvolver outras atribuições judiciais ou administrativas que lhe forem cometidas por lei; Orientar e expedir atos jurídico-normativos, de observância obrigatória por todas as demais secretarias, órgãos e entidades da administração direta e indireta do município; Exercer, através de seus órgãos específicos, as atribuições de consultoria e assessoria jurídica dos órgãos e entidades da administração direta e indireta, bem como a representação legal do município, judicial e extrajudicialmente; Exercer o controle preventivo da legalidade dos atos e negócios, que direta ou indiretamente, envolvam o interesse da Fazenda Pública Municipal; Controlar a legalidade das licitações no âmbito da administração direta e indireta; Opinar em processos pertinentes a direitos, vantagens e deveres de servidores da administração direta e, quando couber, da administração indireta, inclusive em processos disciplinares.

LEI COMPLEMENTAR N° 523/2015 DE 21 DE DEZEMBRO DE 2015

NOTÍCIAS RELACIONADAS A ESTE DEPARTAMENTO